Email







Choose Note

Instructions :



Nós pensamos que o nascimento é o começo e a morte o fim de tudo para nós. Teólogos e metafísicos têm discutido e disputado sobre isso desde a mais remota memória humana, então quem somos nós para dizer simou nãoa eles? Mas quando o ruído e o barulho de suas vozes dissonantes desaparecerem ao longe, quando as horas mais silenciosas da noite nos envolvem, hora após hora, então é que uma sensação estranha e sublime nos flagra Se ao menos permitirmos a sua vinda, diz: “Minha criança, o que pensam e o que dizem não importa realmente. Estou do seu lado e nunca te faltarei. Sorria para a Morte, se desejar, ou a tema – mas estou sempre com você”.
Source: The Notebooks of Paul Brunton
• Ouvir





Your friends Email:
Your Email:

The notebooks are copyright © 1984-1989 The Paul Brunton Philosophic Foundation

This site is run by Paul Brunton-stiftelsen · info@paulbruntondailynote.se